SOU DO CEARÁ


"Eu sou de uma terra que o povo padece
Mas não esmorece e procura vencer.
Da terra querida, que a linda cabocla
De riso na boca zomba no sofrer
Não nego meu sangue, não nego meu nome
Olho para a fome , pergunto o que há ?
Eu sou brasileiro, filho do Nordeste,
Sou cabra da Peste, sou do Ceará."

Patativa do Assaré

domingo, 31 de julho de 2011






Evangelho (Mateus 14,13-21)


Domingo, 31 de Julho de 2011

18º Domingo Comum


— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor!



Naquele tempo, 13 quando soube da morte de João Batista, Jesus partiu e foi de barco para um lugar deserto e afastado. Mas, quando as multidões souberam disso, saíram das cidades e o seguiram a pé.

14 Ao sair do barco, Jesus viu uma grande multidão. Encheu-se de compaixão por eles e curou os que estavam doentes.

15 Ao entardecer, os discípulos aproximaram-se de Jesus e disseram: “Este lugar é deserto e a hora já está adiantada. Despede as multidões, para que possam ir aos povoados comprar comida!”

16 Jesus, porém, lhes disse: “Eles não precisam ir embora. Dai-lhes vós mesmos de comer!”

17 Os discípulos responderam: “Só temos aqui cinco pães e dois peixes”.

18 Jesus disse: “Trazei-os aqui”.

19 Jesus mandou que as multidões se sentassem na grama. Então pegou os cinco pães e os dois peixes, ergueu os olhos para o céu e pronunciou a bênção. Em seguida, partiu os pães e os deu aos discípulos. Os discípulos os distribuíram às multidões.

20 Todos comeram e ficaram satisfeitos, e, dos pedaços que sobraram, recolheram ainda doze cestos cheios. 21 E os que haviam comido eram mais ou menos cinco mil homens, sem contar mulheres e crianças”.


FONTE: LITURGIA DIÁRIA
http://www.cancaonova.com/portal/canais/liturgia/

sábado, 30 de julho de 2011

GREVE DOS PROFESSORES DO ESTADO JÁ É ESPERADA PARA SEGUNDA-FEIRA


FONTE:  SINDICATO APEOC

ONDE FOI PARAR O GRAMADO DO CASTELÃO ????

" E agora: o que vão dizer? "


CHARGE:  PEDRO TURANO   -  JORNAL O POVO
" Fonte do O POVO denuncia que grama do Castelão foi vendida clandestinamente "



FOTO: GABRIEL GONÇALVES  -  O POVO




" Segundo a fonte, várias pessoas assim como ele compraram parte da grama clandestinamente "



"  Parte da antiga grama retirada do estádio Castelão nas obras para a Copa de 2014 foi enviada ao Palácio Iracema e à Academia Estadual de Segurança Pública, segundo afirma o Governo do Estado. Porém, outra parte do gramado teve destino que não órgãos públicos. É o que denuncia uma fonte do O POVO que diz ter comprado e revendido grama do estádio.

O esquema ilegal foi revelado por um comprador que pediu para não ter o nome identificado e nem ser fotografado. “Comprei 10 metros de grama por R$ 100 e revendi a R$ 250”, informa.

Segundo a fonte, muita gente fez o mesmo e cobrou valores até mais altos. “O gramado estava jogado, recebendo entulho. É só ir até a pessoa certa que você consegue comprar. Tinha gente vendendo a R$ 300, R$ 400”.

O homem conta que o esquema começou quando decidiram retirar parte da grama com as máquinas. Com o primeiro caminhão retirado, parte das placas foi desviada por operários para venda clandestina. Com o tempo, o gramado foi sendo colocado juntamente com entulhos da obra e coberto com lona, segundo afirma.

A fonte do O POVO diz que a negociação de grama prosseguiu mesmo depois da retirada das primeiras placas. “Essa semana me avisaram que ia sair outra carrada, mas eu não quis mais”, garante.

De acordo com ele, duas fileiras de grama, de uma ponta a outra do campo, foram retiradas. Pelo menos é o montante que o homem tem conhecimento. “O resto ninguém sabe como saiu”, avisa, o que seria a parte transportada para prédios públicos do Governo.

O POVO apurou que o consórcio, ao saber da negociação de grama clandestinamente no canteiro de obras, conversou com alguns profissionais que trabalham na reforma para que reforçassem a fiscalização.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) já iniciou visitas diárias ao Castelão para acompanhar o destino de materiais que não serão aproveitados no novo Castelão, como a grama. Segundo o órgão, três inspetores fazem visitas diárias à Sesporte, situada no estádio, até a próxima sexta-feira. Após as visitas, um relatório será emitido e enviado ao relator do caso, que ainda será definido."



Emmanuel Macêdo
emmanuelmac@opovo.com.br


FONTE:  JORNAL O POVO Online/OPOVO/Esportes

http://www.opovo.com.br/app/opovo/esportes/2011/07/30/noticiaesportesjornal,2273505/e-agora-o-que-vao-dizer.shtml

RUSSEL BRAND E AMY WINEHOUSE: UMA HISTÓRIA EM COMUM

RUSSEL BRAND  E  AMY WINEHOUSE



" Tributo



 O ator Russel Brand, um ex-viciado em drogas, escreveu interessante tributo à cantora recentemente falecida, Amy Winehouse, no qual afirma que ambos dividiram uma aflição: a doença da dependência. "A dependência é uma doença séria. Ela acaba na prisão, nas instituições mentais ou com a morte", diz o texto. Uma excelente mensagem para aqueles que ainda não acreditam no efeito devastador desses "venenos" sejam lícitos ou não. É uma pena que as drogas e o álcool destruam tantas vidas e que, mesmo assim, a cada dia, surjam novos adeptos ao seu uso. O mundo inteiro está diante do grande e complexo problema da dependência química. Em Fortaleza, o crack já é um problema de saúde pública. Se nada for feito, em alguns anos, estaremos diante de uma sociedade formada por zumbis."


COLUNA DA REGINA MARSHALL


FONTE:  DIÁRIO DO NORDESTE
http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1018705&coluna=1

sexta-feira, 29 de julho de 2011

" HALLELUYA QUERO MAIS " - " VENHA DESCOBRIR A ALEGIA DE SER FELIZ "




" Halleluya Quero Mais! Participe! "



" Quer descobrir a alegria de ser FELIZ ?

Ocorre no fim de semana seguinte ao Festival o “Halleluya quero mais”, dias 30 e 31/julho, retiro para aprofundar mais ainda o Halleluya e toda sua alegria diferente, a festa que nunca acaba.

É indicado para os que participaram do Halleluya, bem como para aqueles que não foram e querem também participar desta alegria. É especialmente indicado para quem ainda não tem participação em Grupo de oração.

Alegria, animação, pregações, palestras e seminário de vida no Espírito marcarão o evento.


Dias 30 e 31 de julho – a partir das 8h


Inscrições no próprio Halleluya e nos Centros de Evangelização Shalom


Telefone Endereço

Shalom da Paz/


Proj Juventude - 3452-8813 Rua Maria Tomásia, 72 –

Aldeota – Fortaleza – CE
(próximo à Tibúrcio Cavalcanti)


-----------------------------------------------------------------


Shalom de Fátima


3023-6140 - 8879-9226 Rua Dom Sebastião Leme, 868.

Bairro de Fátima.
( Próximo à Praça 13 de maio)

-----------------------------------------------------------------------

Shalom Parquelândia


3243-5012 - 8746-0479 Rua Crateús, 1540– São Gerardo –
(– esquina com Rua Raimundo Vitor, rua de frente ao North Shopping )


-----------------------------------------------------------------------

Shalom Cristo Redentor -

3282-3147 - 8835-4456 Praça Coronel Melquíades, 74 –
Cristo Redentor – CEP: 60337-230


----------------------------------------------------------------


Shalom da Parangaba

87954783 - 86843567 - Av Gomes Brasil, 421
(entre o terminal Lagoa e o Supermercado Superlagoa)


--------------------------------------------------------


Shalom da estrada do fio / Messejana


9924-2190 - Fundação Alice Matos, Estrada do Fio
ao lado da Capela Sagrada Família


--------------------------------------------------------


Shalom Aquiraz


8893-9616 - Rua Maria Margarida Ramos, Divinéia
(próximo à entrada do Aquiraz pela CE 040 no km 14)


-----------------------------------------------------------------


Shalom do Bom Jardim


8829-8983 - Rua Coronel João Correa, 2020 – Bairro Bom Jardim,
próximo a Igreja santa Cecília

---------------------------------------------------


Shalom do Mondubim

8898-8181 - Rua dos Jangadeiros, 150
(em frente à Madereira São João da Av. Perimetral)



FONTE: PORTAL DA COMUNIDADE CATÓLICA SHALOM
http://www.comshalom.org/po/

" APEOC: NÃO TEM ACORDO ! COM PISO E CARREIRA PELA METADE ! "

" CHEGOU A HORA! CONSTRUIR A GREVE GERAL INTERIOR E CAPITAL."







Após extenuante reunião com o Governador Cid Gomes, Seduc e Seplag com a direção do Sindicato APEOC não houve avanço na proposta do governo de ajuste salarial e repercussão na carreira.

A proposta do governo aponta apenas para atingir professores de formação de nível médio e graduados em início de carreira em detrimento da maioria dos professores efetivos.

A proposta do governo mexe para pior itens importantes de nossa carreira como regência de classe e interstício e retorna com o incentivo profissional de forma insignificante.

Não aceitamos os argumentos do governo de que o pagamento das progressões e o nivelamento salarial dos temporários como ganhos que possam influir na contabilidade das negociações, pois, o atendimento destas reivindicações estão na conta das pendências 2010.

Governador Piso e Carreira andam juntos! Professores efetivos e temporários são um corpo só e querem respeito e dignidade por inteiro e não pela metade!

Com essa proposta a responsabilidade da Greve Geral interior e capital é do governo Cid Gomes que não entende que professor tem que ser valorizado no início, meio e fim da carreira.

Nossa Greve vai ser legal e legítima!

Esta é a posição da executiva do Sindicato APEOC.




FONTE: SITE DO SINDICATO APEOC
http://www.apeoc.org.br/ultimas-noticias/34-ultimas-noticias/3462-nao-tem-acordo-com-piso-e-carreira-pela-metade-.html

APEOC DEFENDERÁ GREVE DOS PROFESSORES DO ESTADO

" Professores não se satisfazem com proposta do governo e ameaçam greve "




" Segundo o vice-presidente da Apeoc na próxima assembléia
 será defendida a deflagração da greve "


REUNIÃO DA APEO COM O GOVERNADOR CID GOMES ( PSB )



" O Sindicato dos Professores no Estado do Ceará (Apeoc) se reuniu com o governado do Estado, Cid Gomes, em razão de discutir uma nova proposta salarial. Entretanto, a proposta do governador não agradou a categoria, que afirmou, através de Reginaldo Pinheiro, vice-presidente da Apeoc, que se persistirem com a proposta, será “defendida a deflagração de greve em todo o Estado”.

“A proposta mantém uma diferença de 90 reais do graduado para o especialista e ainda promove uma mudança radical na tabela de vencimento para pior” declarou Pinheiro.

O aumento proposto pelo governo é de em 45%, somente para os professores em início de carreira com nível superior. Já para os professores temporários, o aumento seria de 60%. Em relação aos especialistas, a assessoria do governo não anunciou o reajuste.

Ainda segundo o vice-presidente da Apeoc, “não vai haver ganho algum para mais de 80% do quadro efetivo do Estado”.

Uma assembléia geral dos professores será realizada na próxima segunda-feira (1º) "

Redação O POVO Online


FONTE:  SITE DO SINDICATO APEOC
http://www.apeoc.org.br/estamos-na-midia/3463-professores-nao-se-satisfazem-com-proposta-do-governo-e-ameacam-greve.html

PORCARIA - ESCÂNDALO DOS SANITÁRIOS PÚBLICOS

quinta-feira, 28 de julho de 2011

" CORRUPÇÃO, DENÚNCIA "

" Secretaria das Cidades também financiou banheiros fantasmas em Ipu "
SERÁ SE OS CORRUPTOS VÃO SER PUNIDOS ???



FAÇA VOCÊ MESMO A JUSTIÇA.
NÃO VOTE EM CORRUPTO.
---------------------------------------------------------------------

" Para Ministério Público, prefeito de Ipu, Sávio Pontes,
estaria envolvido em esquema de corrupção "

" Recursos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop), convênios suspeitos na Secretaria das Cidades do Estado, kits sanitários, obras não realizadas, empresas fantasmas, dinheiro público gasto sem fiscalização e pessoas desamparadas. Esse é o roteiro apresentado pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e o Ministério Público (MP) no Ceará em investigações realizadas no município do Ipu, que fica no Noroeste do Estado, a 294 km de Fortaleza.


2 mil kits sanitários

Foram cerca de três milhões de reais para a construção de 2.108 kits sanitários que a população do Ipu nunca viu. O dinheiro, proveniente do Fecop e repassado pela Secretaria das Cidades, deveria ser destinado a construção das unidades sanitárias que, no entanto, não saíram do papel.

O esquema de corrupção denunciado em Ipu, segue a mesma lógica das associações fantasmas de Pindoretama, Chorozinho, Horizonte, Cascavel e Pacajus, e revela que a prática pode ter alcance muito maior do que imaginado inicialmente.

A produção da TV Jangadeiro não conseguiu contato com a prefeitura de Ipu para comentar as denúncias. Já a assessoria de imprensa da Secretaria das Cidades disse que não poderia responder às denúncias por ter sido contactada depois do encerramento do expediente.

Empresa fantasma

Conforme o relatório produzido pelo TCM, os convênios firmados entre o governo do Ceará e o município de Ipu, governador pelo ex-deputado Sávio Pontes (PMDB), beneficiaram uma empresa fantasma: A Construcon Comércio e Construção Ltda., cuja sede, na data da licitação, deveria funcionar no bairro Edson Queiroz, em Fortaleza. No entanto, o endereço é ocupado por um salão de beleza que funciona há 16 anos no local.

Sem burocracia

Também chama a atenção dos promotores e técnicos de contas, o fato de que os prazos foram demasiadamente corridos. Sávio Pontes asuumiu a prefeitura no dia 1º de janeiro e o convênio assinado no dia 15 do mesmo mês. A Construcon foi registrada no dia 11 de março de 2009, apenas cinco dias antes da licitação que venceria. No dia 18 de março as notas fiscais foram emitidas. O estranho é que a nota de empenho da despesa foi emitida 01 de abril de 2009, DEPOIS das notas fiscais, quando o pagamento deveria ser feito somente após o empenho da despesa pública.

Licitação irregular

Dados da Receita Federal comprovam que a Construcon foi aberta apenas cinco dias antes da licitação e que, no dia da tomada de preços, a empresa não estava sequer habilitada para participar do processo. O capital social declarado de 20 mil reais a impediria de participar de uma concorrência mais de R$ 3 milhões.

Segundo o com o promotor de Justiça Kennedy Carvalho, que na época trabalhava na Comarca de Ipu, o aditivo ao contrato social aumentando o capital da empresa para 340 mil reais foi apresentado no momento em que o processo licitatório. As demais concorrentes foram desclassificadas justamente por não atenderem esse quesito.

Além disso, agora de acordo com o TCM, a empresa apresentava irregularidades fiscais com as Fazendas estadual e municipal.

Mesmo assim, a empresa venceu a concorrência para construir os banheiros. Segundo as investigações, o Governo do estado repassou o dinheiro para a prefeitura de Ipu, que pagou a construtora por um serviço não executado. Representantes do MP e do TCM foram até a cidade para apurar a denúncia e constataram que dos 2.108 banheiros, menos de 150 foram iniciados, e nenhum finalizado.

Secretaria das Cidades

A TV Jangadeiro teve acesso a cópia dos convênios firmados entre o Governo do Estado, através da Secretaria das Cidades, e o município do Ipu. Um milhão e 500 mil reais no primeiro convênio, pouco mais um milhão e 600 mil reais no segundo contrato, ambos assinados no mesmo dia, com as mesmas testemunhas.

No convênio, o governo estadual teria a obrigação de fiscalizar e acompanhar a execução do projeto, zelando pelo fiel cumprimento de suas metas físicas e financeiras. Para o ministério público, não resta dúvida sobre a existência de um esquema para desviar o dinheiro público a partir da secretaria das cidades."


FONTE:  PORTAL JANGADEIRO ONLINE
http://politika.jangadeiroonline.com.br/denuncia/secretaria-das-cidades-tambem-financiou-banheiros-fantasmas-em-ipu/

" Amy Winehouse. Dinheiro e fama não foram capazes de lhe oferecer um sentido REAL para sua jovem vida."

" Amy Winehouse. Dinheiro e fama não foram capazes
de lhe oferecer um sentido REAL para sua jovem vida."



Jorge Ferraz


" A Amy Winehouse foi encontrada morta em Londres Provavelmente as únicas músicas que ouvi da garota foram as que, indistinguíveis, nos chegam aos ouvidos no meio da poluição sonora das cidades; não seria capaz de me lembrar, agora, de nenhuma delas. Mas o que me espantou foi saber que a Amy, morta aos 27 anos, “seguiu o mesmo roteiro trágico de outros ídolos mundiais da música pop, como Janis Joplin, Kurt Cobain, Jim Morrison e Jimi Hendrix”Porque do Nirvana e do The Doors eu sei, sim, algumas músicas. E aí, de repente, a morta precoce da jovem cantora inglesa passa a ter alguma coisa a ver comigo: quando menos, me faz lembrar de algumas bandas que eu escutei na minha adolescência. Faz-me lembrar de algumas mortes pelas quais eu já me interessei. E, em última instância, faz-me pensar na morte, que é coisa muito útil e muito santa de se fazer.

Vinte e sete anos! É a minha idade. E, por mais que a Florbela diga “tenho vinte e três anos! Sou velhinha!”, o fato é que… não é uma vida avançada em anos, da qual se possa dizer que foi longeva. Morrer aos vinte e poucos (ou mesmo aos vinte e muitos) é humanamente uma tragédia, é uma interrupção precoce de uma vida que – como no fundo todos esperamos – poderia ter dado mais a si própria e ao mundo.

Talvez haja quem diga que “foi intensa”. No caso da Amy (ou da Janis ou do Kurt), eu diria antes que foi fútil e vazia. Sim, a garota provavelmente gastou até os vinte e sete anos muito mais dinheiro do que a maior parte de nós vai ser capaz de juntar na vida toda. Mas as coisas do mundo – como fama e dinheiro – naturalmente só fazem sentido enquanto se está no mundo. E a morte trágica e precoce de grandes astros da música parece nos dizer aos ouvidos aquela passagem bíblica segundo a qual é tudo vaidade. É como se ela nos sussurrasse ou, antes, nos gritasse alto para nos despertar de nossa letargia: vê, sic transit gloria mundi. Assim passa a glória do mundo! Morreram Cobain, Morrison, Hendrix, Joplin e Winehouse. Para os seus fãs, ficaram as suas músicas e a saudade; mas para eles próprios, de que valeu?

Talvez digam: “foi intenso!”. Talvez nos citem o Neil Young e nos digam que é melhor queimar de uma vez do que apagar-se aos poucos: it’s better to burn out than to fade away

. Enfim, talvez nos digam qualquer coisa; mas, data venia, eu preciso discordar.

A nossa vida é potencialmente curta (uma vez que cada um de nós pode morrer hoje mesmo) e, por isso mesmo, ela precisa ser intensa; mas o próprio fato da efemeridade da vida deveria nos fazer pensar no além-vida. “Intensa” é uma vida que se prepara para o futuro; desperdiçar loucamente uma fortuna – os anos de vida – cujo tamanho não se sabe ao certo (mas que sempre nos parece estar ainda “muito longe” de acabar) não é intenso, e sim irresponsável.

Eu conheço uma vida curta que foi verdadeiramente intensa. Não viveu os vinte e sete anos da Amy, mas ainda menos: vinte e quatro anos. Não ganhou o dinheiro de um Kurt Cobain ou de um Jimi Hendrix e nem teve em vida a fama de uma Amy ou de uma Janis, mas soube empregar verdadeiramente bem os seus anos de juventude. Era francesa e se chamava Teresa. E, entre tantas outras coisas, legou-nos versos:





Revesti as armas do Todo-Poderoso,

Sua divina mão dignou-se me adornar;

Doravante, nada me assusta.

Do seu amor, quem pode me separar?

Ao seu lado, lançando-me na arena,

Não temerei nem o ferro, nem o fogo.

Meus inimigos saberão que eu sou Rainha,

Que sou a esposa de um Deus!

Oh, meu Jesus! Guardarei a armadura

Com que me visto ante teus adorados olhos.

Até o entardecer da vida, minha mais bela veste

Serão meus santos votos!



[...]



Se do guerreiro tenho as armas poderosas,

Se o imito e luto com valentia,

Como a Virgem de encantos graciosos,

Também quero cantar, combatendo.

Fazes vibrar as cordas de tua lira

E esta lira, oh, Jesus, é meu coração!

Posso, então, das tuas misericórdias

Cantar a força e a doçura.

Sorrindo, desafio o combate

E, nos teus braços, oh , meu divino Esposo,

Cantando hei de morrer, sobre o campo de batalha,

Com as armas na mão!…


["Minhas armas", in "Obras Completas de Santa Teresa do Menino Jesus e da Sagrada Face".

pp. 622-624. São Paulo, Editora Paulus, 2002]


A morte no campo de batalha, com as armas na mão: eis o desejo que convém a uma alma jovem! Não a morte em um palco ou – pior ainda – em um apartamento vazio e solitário, desvanecido o glamour após se deixar o palco. Não, isto não é uma vida intensa; a vida de combate preconizada pela santa francesa morta aos vinte e quatro anos é que o é. Que o Altíssimo tenha misericórdia da Winehouse e de tantos outros mortos em condições similares. E que a tragédia ocorrida com a roqueira inglesa faça-nos ver que a vida é curta e, portanto, é fundamental que seja bem vivida."


FONTE:  BLOG DA COMUNIDADE CATÓLICA SHALOM  - GLOG DO CARMADÉLIO
http://www.comshalom.org/blog/carmadelio/25371-amy-winehouse-dinheiro-e-fama-nao-foram-capazes-de-lhe-oferecer-um-sentido-real-para-sua-jovem-vida

HALLELUYA QUERO MAIS

" Festival Halleluya tem saldo super positivo em cinco dias de festa "





" O Festival Halleluya encerra a sua décima quarta edição com recorde de público em todas as suas vertentes: 5 dias de evento, 40 atrações de todo o país, 125 artistas competindo no Festival de Artes, 300 atletas, 326 cadastros de medula óssea, 570 bolsas de sangue, e um público de 970 mil pessoas circulando pelo Condomínio Espiritual Uirapuru. A comemoração dos organizadores fica completa com um número final: zero em ocorrências policiais comprovando o Festival Halleluya como o evento mais seguro do estado.

Os 4.300 voluntários que trabalharam em 68 equipes de produção realizaram um trabalho envolvente que proporcionou a muitas famílias momentos de diversão e lazer sadio. Além de integração completa com as artes e o esporte. No Festival de Artes Integradas Halleluya cerca de 125 competidores estiveram se apresentando nas modalidades de Música, Teatro e Dança. Na noite de sábado os vencedores puderam apresentar seus trabalhos para um público de 230 mil pessoas. E a segunda edição do Halleluya Adventure reuniu 300 atletas e um público médio de 40 mil pessoas por dia.

A já tradicional parceria com o Hemoce proporcionou a doação de 570 bolsas de sangue, 158 a mais em relação ao ano passado, e 326 cadastros de medula óssea. Além disso, muitas pessoas presentes puderam se informar sobre a doação e sua importância para salvar vidas.

O Cine Halleluya também foi um sucesso com audiência de 1450 pessoas. O local oferecia ainda cursos que agregaram 2347 alunos. Para as famílias que levaram as crianças, um espaço de jogos e brincadeiras, o Halleluya Kids, foi a opção de diversão para eles. Mais de 1000 crianças participaram das atividades.

Uma equipe de voluntários trabalhou exclusivamente em tornar o Festival Halleluya um momento de interatividade entre as pessoas das mais diversas nacionalidades. O site do evento (festivalhalleluya.org) recebeu cerca de sete mil acessos por dia, tendo como pico a sexta-feira, que teve 12.603 visitas. Além do site oficial do Festival, o site da Comunidade Shalom (comshalom.org) recebeu mais de 20 mil acessos por dia durante toda a programação. A página do Facebook criada em abril deste ano foi curtida por 5.686 internautas. E o perfil do Twitter, que colocou a hashtag #festivalhalleluya no topo dos topic trends de Fortaleza por dois dias tem atualmente 6.467 seguidores. O evento foi transmitido online e por três ficou no livestream como o mais assistido no mundo.

Foram 970 mil pessoas integradas por música, dança, esportes e, principalmente, manifestando seu amor por Deus em um ambiente festivo e tranqüilo como índice zero de violência. Esses números, apesar de impressionantes, não conseguem dimensionar a importância e alcance do evento, que se consolida como um dos principais eventos de artes integradas do país. A troca de experiências entre o público e as mensagens transmitidas durante essas cinco noites repercutem além dos dias do evento. E para quem acredita que essa realmente é uma festa que nunca acaba, o Halleluya Quero Mais ocorre nos dias 30 e 31 deste mês em diversos pontos da cidade.

A organização do evento deixa registrado seu agradecimento aos voluntários, órgãos públicos, empresas parceiras, veículos de comunicação e

Hemoce e revela que para o próximo ano já começa a ser preparado o Festival Halleluya dos trinta anos de Comunidade Shalom, um internacional que vai parar Fortaleza."


SERVIÇO

Halleluya Quero Mais

Quando: 30 e 31 de julho

Horário: a partir de 8h

Entrada: Franca

Onde:

· Shalom da Paz / Projeto Juventude: R. Maria Tomásia, 72 – Aldeota. Tel: 3452-8813 ou 8616-7291

· Shalom da Messejana: Estrada do Fio – Fundação Alice Matos – Messejana. Tel: 9924-2190

· Shalom de Fátima: R. Dom Sebastião Leme, 868 – Bairro de Fátima. Tel: 3023-6140 ou 8879-9226

· Shalom da Parquelândia: R. Crateús, 1540 – Parquelândia. Tel: 3246-5012

· Shalom da Parangaba: Av. Gomes Brasil, 5451 – Parangaba. Tel: 8795-4783 ou 8684-3567

· Shalom Cristo Redentor: Praça Coronel Melkíades, 74. Tel: 8835-4456

· Shalom do Mondubim: R. dos Jangadeiros, 150. Tel: 8898-8181

· Shalom de Aquiraz: R. Maria Margarida Ramos – Divinéia. Tel: 8893-9616

Mais informações: http://www.festivalhalleluya.org/



FONTE: PORTAL DA COMUNIDADE CATÓLICA SHALOM
http://www.comshalom.org/noticias/exibir.php?not_id=5008

VAMOS ACABAR COM A CORRUPÇÃO !

" UM ARRANHÃO NA FAMA DE BOM ADMINISTRADOR "

ARTIGO DE PLÍNIO BORTOLOTTI

" Um arranhão na fama de bom administrador "

Plínio Bortolotti - Diretor Institucional do Grupo de Comunicação O POVO
plinio@opovo.com.br


" O “escândalo dos banheiros”, divulgado pelo O POVO, revelou um esquema de desvio de dinheiro público, o que provocou o afastamento de servidores da Secretaria das Cidades, comprometeu políticos, e derrubou o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Teodorico Menezes, suspeito de organizar dutos por onde escorriam as verbas públicas.

Mas o caso esbarra também no governador do Estado, Cid Gomes (PSB). Uma das características sempre destacadas de Cid é a de “bom administrador”, recitada por todos os seus aliados, capacidade reconhecida também por muitos de seus críticos.

O governador teria algo como um olhar panóptico sobre o que acontece no Estado. Algumas pessoas dizem que ele governa com o Mapp (programa de computador que permite acompanhar cada centavo que é investido) e com seu notebook, recheado das mais diversas informações. Esses instrumentos provocariam calafrios em seus auxiliares, quando chamados a dar explicações, pois deles nada escaparia.

No entanto, o próprio Cid reconheceu ao O POVO haver “fragilidades” nos controles da Secretaria das Cidades, dizendo ser impossível acompanhar todos os convênios. Mas prometeu empenhar-se “pessoalmente” para esclarecer o caso.

Se um governador não pode acompanhar tudo, cada secretaria deve ter algumas normas básicas para liberar recursos. Mas não funcionava assim: associações fantasmas, sem sede e sem endereço, receberam verbas e dinheiro era liberado sem prestação de contas. Dizer, como estão dizendo agora que, no papel, tudo estava regular, é menosprezar a inteligência do distinto público.

Além disso: qual o critério para a escolha da família que receberia o banheiro? Ao que tudo indica o critério da politicagem. O benefício aparecia com “favor” de algum deputado. O que é errado, mesmo se todo o recurso tivesse sido aplicado corretamente na construção dos kits sanitários.

E só para lembrar: são recursos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop), que implicou aumento de impostos para todos os cearenses."


FONTE: JORNAL O POVO Online/OPOVO/Opinião
http://www.opovo.com.br/app/opovo/opiniao/2011/07/28/noticiaopiniaojornal,2272608/um-arranhao-na-fama-de-bom-administrador.shtml


-------------------------------------------------------------------------------------


falAÇÃO


O QUE ESTÁ
ACONTECENDO
NO CEARÁ  ?????



FOTO: SARA MAIA - JORNAL O POVO
" Funarte é ocupada por artistas em São Paulo "
FOTO: WILSON DIAS/ABR
" A ministra Ana de Hollanda tem acompanhado o protesto de Brasília " 





" Um dos principais equipamentos do Ministério da Cultura, a Fundação Nacional de Artes é alvo de protesto em São Paulo. Artistas reivindicam mais verba e aprovação da nova Lei Rouanet "


" Artistas tomaram posse da sede da Fundação Nacional de Artes (Funarte), no centro de São Paulo, desde a última segunda-feira. Mobilizações na Internet tem atraído ainda mais manifestantes, que garante permanecer ali por tempo indeterminado.

Eles protestaram contra os recentes cortes no orçamento da Cultura para 2011, que passou, segundo os líderes do movimento, de R$ R$ 2,2 bilhões para R$ 800 milhões.

E exigem a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição 150, que destina 2% do orçamento federal para a cultura, além da extinção do que chamam de “política mercantilista” criada pela Lei Rouanet.

A manifestação começou às 14 horas de segunda e chegou a reunir 700 pessoas. Às 17 horas, os artistas fecharam os portões da Funarte, órgão vinculado ao Ministério da Cultura (MinC).

Os artistas, na maior parte ligados ao teatro, passaram a noite na instituição, onde permanecem em protesto. Eles transferiram as atividades dos grupos dos quais fazem parte para a Funarte e planejavam, até o fechamento desta edição, dormir lá mais uma noite.

“Os funcionários do Governo dizem estar abertos ao diálogo, mas não apresentaram proposta nenhuma. Aguardamos que o governo se posicione”, diz Luciano Carvalho, do Coletivo Dolores. Para Tadeu de Souza, da Funarte, “as reivindicações dos artistas são justas e já foram apoiadas pela ministra Ana de Hollanda e pelo presidente da Funarte, o ator Antonio Grassi”.

Valério Benfica, chefe de representação regional do MinC, diz que a pauta deve ser levada ao Congresso. “Tanto a aprovação do ProCultura [projeto de lei que deve substituir a Lei Rouanet[ como a da PEC 150 são assuntos parlamentares”.

 (da Folhapress)


E agora

ENTENDA A NOTÍCIA


Desde que assumiu o Ministério da Cultura, Ana de Hollanda tem convivido com diversas crises. A presidente Dilma Rousseff chegou a intervir. Agora, resta saber se ela terá habilidade para contornar mais esse conflito."


FONTE: JORNAL O POVO
http://www.opovo.com.br/app/opovo/vidaearte/2011/07/28/noticiavidaeartejornal,2272307/funarte-e-ocupada-por-artistas-em-sao-paulo.shtml

MUSEU DO CEARÁ

" Museu do Ceará precisa de mais estrutura "





" Museu do Ceará tem problemas de conservação e desagrada visitantes "


" Denis Melo leva as filhas Beatrice e Lua Clara, de 13 e 11 anos, para visitar o Museu do Ceará pela primeira vez. “A memória é uma das grandes riquezas da humanidade”, afirma. As meninas estão animadas para conhecer parte da história cearense: “Desde segunda-feira queria vir”, lembra Beatrice. “É bom conhecer o passado”, aponta Lua.

Mesmo reconhecendo a importância do lugar, Denis notou problemas estruturais: infiltrações e rachaduras nas paredes, buracos no teto e piso frouxo. Os aparelhos de ar-condicionado das salas do térreo não funcionam, como noticiado na coluna Vertical, do O POVO, da última terça-feira. “Não dá para se sentir bem em um lugar assim. O prédio também tem história”, sentencia Denis.

Uma funcionária afirma que, quando necessário, os próprios encarregados da manutenção fazem pequenos reparos, mas que, como o prédio é tombado, não é possível consertar tudo. As reformas devem ser autorizadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e pela Secretaria da Cultura (Secult), que gerencia o Museu.

A diretora do Museu do Ceará, Cristina Holanda, conta que as infiltrações são causadas por problemas na instalação hidráulica. Segundo ela, um laudo técnico já foi encaminhado para a Coordenadoria de Patrimônio Cultural, da Secult. “Agora, só resta esperar”, afirma.


Calor recente

O problema no ar-condicionado foi causado pela explosão de um transformador na rua Visconde de Saboia no dia 20 de junho, que danificou os aparelhos. Segundo o coordenador do Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural (Coepa), Otávio Menezes, o conserto ainda não tem prazo. “Estamos providenciando. A Coelce já esteve lá vendo o que funciona. Os encaminhamentos estão sendo feitos”, diz.

Atualmente, a fachada do museu está sendo lavada para receber nova pintura através de uma parceria entre Prefeitura, Governo e Tintas Coral.


ENTENDA A NOTÍCIA


O Museu do Ceará foi criado em 1932 e, desde 1990, funciona no Palacete Senador Alencar. O prédio foi concluído em 1871 para sediar a Assembleia Provincial na época do Brasil imperial. Em 1973 foi tombado pelo Iphan."



Mariana Freire


FONTE:  JORNAL O POVO  Online/OPOVO/Fortaleza

http://www.opovo.com.br/app/opovo/fortaleza/2011/07/28/noticiafortalezajornal,2272583/museu-do-ceara-precisa-de-mais-estrutura.shtml

NORDESTINOS LEMBRAM LAMPIÃO E SEU BANDO

73 ANOS


LAMPIÃO E MARIA BONITA


AS CABEÇAS DOS CANGACEIROS





" Cidades lembram morte de Lampião "
FOTO: ANTÔNIO VICELMO - DIÁRIO DO NORDESTE




 " Grota de Angicos, local onde lampião foi assassinado "


Crato.


" As cidades de Paulo Afonso (BA), Serra Talhada (PE) e Piranhas (Al) lembram hoje os 73 anos da morte de Virgulino Ferreira da Silva, "Lampião", assassinado no dia 28 de julho de 1938, na Grota de Angicos, Estado de Sergipe, com mais 11 cangaceiros, entre os quais Maria Bonita. A tropa, que tomou parte no fuzilamento e na degola dos cangaceiros, se compunha de 48 homens. O tenente João Bezerra, chefe do ataque, disse que foi rápido.

O ataque durou uns 20 minutos e poucos conseguiram escapar ao cerco e à morte. Dos 34 cangaceiros presentes, 11 morreram ali mesmo. Lampião foi um dos primeiros a morrer. Logo em seguida, Maria Bonita foi gravemente ferida. Alguns cangaceiros, transtornados pela morte inesperada do seu líder, conseguiram escapar.

Os policiais apreenderam os bens, todo o dinheiro, o ouro e as joias e mutilaram os mortos. Feito isso, salgaram as cabeças e as colocaram em latas de querosene, contendo aguardente e cal. Os corpos mutilados e ensanguentados foram deixados a céu aberto, atraindo urubus. Para evitar a disseminação de doenças, dias depois foi colocada creolina sobre os corpos. Como alguns urubus morreram intoxicados por creolina, este fato ajudou a difundir a crença de que eles haviam sido envenenados antes do ataque, com alimentos entregues por um coiteiro traidor.

O enterro dos restos mortais dos cangaceiros só ocorreu depois do Projeto de Lei nº 2.867, de 24 de maio de 1965. Tal projeto teve origem nos meios universitários de Brasília (em particular, nas conferências do poeta Euclides Formiga), após o reforço das pressões do povo brasileiro e do clero. As cabeças de Lampião e Maria Bonita foram sepultadas no dia 6 de fevereiro de 1969."
 
 
ANTÔNIO VICELMO



FONTE  DIÁRIO DO NORDESTE
http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1017446

" PREFEITURA TOMBA CASA DE FREI TITO DE ALENCAR "

MEMÓRIA


FOTO: NATINHO RODRIGUES - DIÁRIO DO NORDESTE
" O imóvel tombado pela Prefeitura está localizado
na Rua Rodrigues Júnior, 364, no Centro de Fortaleza "










" O cearense ficou conhecido por lutar, durante a Ditadura Militar,

pelo retorno da democracia no Brasil "







 " A prefeita Luizianne Lins assinou, na tarde de ontem, documento que decreta o tombamento da casa de Frei Tito de Alencar Lima, localizada na Rua Rodrigues Júnior, nº 364, no Centro de Fortaleza. A edificação, portanto, não poderá mais ser vendida ou demolida.

A titular da Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor), Fátima Mesquita, comemorou o tombamento do imóvel onde viveu o cearense Frei Tito de Alencar Lima, conhecido por lutar, durante o período da Ditadura Militar, pelo retorno da democracia no Brasil. Naquela época, Frei Tito foi submetido aos mais variados tipos de tortura física e psicológica.

"O tombamento da casa é uma forma de respeitar uma pessoa que sofreu para fazer a diferença", declara Fátima Mesquita, afirmando que a construção, apesar de não ser um monumento de grande porte arquitetônico, traz em si uma grande importância imaterial.

Preocupação

A secretária lembra que muitas comunidades vinham demonstrando preocupação e procurando a Prefeitura a fim de evitar a possível destruição da casa. "Muitas pessoas estavam atentas ao destino do imóvel", diz. Fátima Mesquita informa que a Secultfor ainda irá conversar sobre a decisão de preservação com os proprietários do local.

O processo de tombamento da casa de Frei Tito de Alencar se deu por meio de quatro solicitações de políticos. A primeira ocorreu no dia 14 de junho deste ano. Em 5 de julho, de acordo com a Secultfor, o pedido foi apresentado ao Conselho Municipal de Proteção ao Patrimônio Histórico e Cultural (Comphic), que aprovou o encaminhamento da solicitação ao gabinete da prefeita, ocorrido no dia 13 de julho, para ser viabilizado o decreto de tombamento definitivo da edificação."



RAONE SARAIVA
ESPECIAL PARA CIDADE


FONTE:  DIÁRIO DO NORDESTE
http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1017536

PROFESSORES DO ESTADO PODERÃO ENTRAR EM GREVE

quarta-feira, 27 de julho de 2011

APEOC TERÁ AUDIÊNCIA AMANHÃ COM O GOVERNADOR


" Sindicato APEOC arranca audiência com governador Cid Gomes "



" Acontece amanhã, quinta-feira, dia 28/07, a tão aguardada Audiência do governador Cid Gomes com o Sindicato APEOC. Sindicato e os professores da rede estadual de ensino cobram do governo a aplicação da Lei do Piso, na sua íntegra, repercutindo em toda a carreira do magistério, repercutindo em todos os níveis salariais. Em audiências anteriores com o Sindicato APEOC, Cid Gomes garantiu que apresentaria em breve proposta de readequação do Plano de Carreira dos Professores à Lei do Piso.

Hoje, quarta-feira, dia 27/07, o governador esteve reunido com os secretários da Fazenda e do Planejamento e com a secretária da Educação, finalizando a proposta governamental que será apresentada na audiência de quinta-feira, dia 28/07, com o Sindicato APEOC.

Sindicato e categoria esperam que a proposta do governo venha atender às necessidades da educação e do ensino de nosso Estado, a partir de uma reflexão real em que se encontra o Ceará com o 5º pior salário de professor do país, alto índice de evasão escolar, além de uma insatisfação generalizada por parte dos profissionais da educação. Para o professor Anízio Melo, presidente do Sindicato – APEOC, a situação está nas mãos do governador Cid Gomes.

Em pesquisa do Instituto APEOC, divulgada no último dia 12/07 em entrevista coletiva à imprensa, e entregue ao Governo do Estado, presidente da Assembleia Legislativa e secretária de Educação, o Ceará é o Estado com a 5ª pior remuneração de professor em todo o Brasil e a 4ª pior do Nordeste. O Ceará, em 2009, ocupou a 6ª pior classificação em remuneração de professor no país; e, agora em 2011, cai para o 5º lugar.

Portanto, amanhã, quinta-feira (28/07), acontece a tão esperada Audiência do governador Cid Gomes com o Sindicato APEOC. E, na próxima segunda-feira (dia 1° de agosto), às 15 horas, no Ginásio Paulo Sarasate, os professores da rede estadual de ensino (capital e interior) tomam as devidas deliberações em grande Assembleia Geral."


A UNIÃO FORTIFICA A LUTA!



FONTE: SINDICATO APEOC
http://www.apeoc.org.br/ultimas-noticias/34-ultimas-noticias/3457-sindicato-apeoc-arranca-audiencia-com-governador-cid-gomes-quinta-feira-2807.html
CONGRESSO DE ESCRITORES
INSCRIÇÕES ABERTAS



A União Brasileira de Escritores promove o Congresso Brasileiro de Escritores de 2011, de 12 a 15 de novembro, em Ribeirão Preto. Serão quatro dias de mesas redondas, palestras, debates, oficinas e encontros culturais, no Centro Universitário COC.

*********************************





PROGRAMAÇÃO PARA O CONGRESSO BRASILEIRO DE ESCRITORES


Programação para o Congresso Brasileiro de Escritores 2011


Veja aqui os escritores que já confirmaram palestras.



13.07.2011


Frei Betto

Palestra: “Os escritores e as ditaduras”

Dia 14/11/2011


Autor de 52 livros, editados no Brasil e no exterior, Frei Betto nasceu em Belo Horizonte (MG). Estudou jornalismo, antropologia, filosofia e teologia.

Frade dominicano e escritor, ganhou em 1982 o Jabuti, principal prêmio literário do Brasil, concedido pela Câmara Brasileira do Livro, por seu livro de memórias “Batismo de Sangue”. Em 1986 foi eleito Intelectual do Ano pelos escritores filiados à União Brasileira de Escritores, que lhe deram o Troféu Juca Pato por sua obra “Fidel e a religião”.

Foi coordenador da ANAMPOS (Articulação Nacional de Movimentos Populares e Sindicais), participou da fundação da CUT (Central Única dos Trabalhadores) e da CMP (Central de Movimentos Populares). Prestou assessoria à Pastoral Operária do ABC (São Paulo), ao Instituto Cidadania (São Paulo) e às Comunidades Eclesiais de Base (CEBs). Foi também consultor do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Em 2003 e 2004 atuou como Assessor Especial do Presidente da República e coordenador de Mobilização Social do Programa Fome Zero. Desde 2007 é membro do Conselho Consultivo da Comissão Justiça e Paz de São Paulo. É sócio fundador do Programa Todos pela Educação.

Affonso Romano de Sant’Ana

Palestra: “Ler o mundo: um desafio”


Dia 14/11/2011

Nas décadas de 50 e 60 participou de movimentos de vanguarda poética. Em 1965 publicou seu primeiro livro de poesia, “Canto e Palavra”. Em 1968 participou do Programa Internacional de Escritores da Universidade de Iowa, que agrupou 40 escritores de todo o mundo.

Em 1969 doutorou-se pela Universidade Federal de Minas Gerais e, um ano depois, montou um curso de pósgraduação em literatura brasileira na PUC do Rio de Janeiro. Foi Diretor do Departamento de Letras e Artes da PUC-RJ, de 1973 a 1976, realizando então a “Expoesia”, série de encontros nacionais de literatura.

Foi cronista no Jornal do Brasil (1984-1988) e do jornal O Globo até 2005. Atualmente escreve para os jornais Estado de Minas e Correio Brasiliense. Algumas de suas obras: O Desemprego da Poesia (ensaio, 1962); Poesia sobre Poesia (1975); Que País é Este? (poesia, 1980); O Canibalismo Amoroso (1984); A Mulher Madura (crônicas, 1986); O Lado Esquerdo do Meu Peito (1993); Fizemos bem em Resistir (1994); Mistérios Gozosos (1994).

Entre os prêmios recebidos: Prêmio Pen-Club; Prêmio União Brasileira de Escritores; Prêmio Estado da Guanabara; Prêmio Mário de Andrade do Instituto Nacional do Livro; Prêmio do Governo do Distrito Federal.

Severino Antônio

Oficina: “Escrever é desvendar o mundo”


Dia 13/11/2011


Doutor em Educação, autor de “A Educação e Conhecimento: uma nova escuta poética”; “O Visível e o Invisível”; “Redação: Escrever é Desvendar o Mundo”; “A menina que aprendeu a ler nas lápides”; “Novas Palavras” (com Emília Amaral e outros); “A Utopia da Palavra”; “A Irmandade de todas as coisas”, dentre outras obras.

Sinopse: Nesta oficina, ao mesmo tempo prática e teórica, faremos experiências criativas com as palavras, a partir das modalidades clássicas de texto. Exercícios de escrever e de ler - criadoramente, com lógica lucidamente, com imaginação.

A linguagem é dimensão da existência. Não pode ser reduzida a instrumento, nem mesmo a ferramenta para fazer ferramentas. Como escreve Otávio Paz, com sabedoria poética, “a palavra é um símbolo que emite símbolos. Pela palavra, o homem é uma metáfora de si mesmo.” A partir destes pressupostos, serão feitas algumas sugestões de redação e de leitura, para despertar a capacidade criadora.

•experiências de liberação da linguagem e do pensamento;

•experiências de descrição: redescobrindo as coisas a partir da redescoberta da própria capacidade de percepção;

•experiências de narração: como redescoberta do gosto de criar enredos e personagens – as narrativas que vivemos, as que escutamos, as que sonhamos;

•experiências de dissertação: para recuperar a alegria de pensar, a paixão de questionar o mundo, com diversos jogos lógico-expositivos.

Laura Bacellar

Palestra: “Conversa de uma editora com autores iniciantes”


14/11/2011


Laura Bacellar trabalha em editoras desde 1983. Começou na Editora Paz e Terra como estagiária e já ocupou todas as funções editoriais – de produtora na Hemus a editora chefe na Brasiliense. Fundou e dirigiu o primeiro selo editorial inteiramente dedicado às minorias sexuais, Edições GLS.

Escreveu três livros como ghostwriter e um com seu próprio nome, “Escreva seu livro – guia prático de edição e publicação”, pela Editora Mercuryo. Adaptou seis clássicos do inglês, Robinson Crusoé, Drácula, Sherlock Holmes, Frankenstein, Rei Artur e Caninos brancos para a editora Scipione, tem mais dois no prelo e escreveu uma outra obra infantil, Mini Larousse da educação no trânsito, para a Larousse do Brasil em 2005.

É co-autora, com o índio cariri Tkainã, do livro juvenil Mãe d’água pela Scipione em 2008. No mesmo ano publicou O mercado gls com Franco Reinaudo pela editor Ideia e Ação. Em 2010 lançou A mãe possível – Os caminhos do xamanismo para dissolver a culpa da mãe que não é perfeita com a mestra xamã Carminha Levy.

Dá cursos regularmente para autores e editores em instituições como a Universidade do Livro, ligada à Unesp. Mantém o site http://www.escrevaseulivro.com.br/, que é bastante utilizado por editores para instruir autores que os procuram. Atualmente trabalha como free-lancer para várias grandes editoras e é responsável pela Brejeira Malagueta, http://www.editoramalagueta.com.br/, a primeira editora dirigida a lésbicas do Brasil.

Deonísio da Silva

Oficina: “A arte de narrar. Contos de fada, lendas, Dostoievski ou Machado: por que, como e para quem contamos histórias?”


Dia 13/11/2011


Escritor, Doutor em Letras pela USP, com 34 livros publicados, entre romances e contos (publicados em Portugal, Cuba, Itália, Alemanha, Suécia etc.), além de ensaios e livros infanto-juvenis. Seus livros, constantemente reeditados, foram premiados pelo MEC, Biblioteca Nacional etc. Recebeu também o Prêmio Internacional Casa de las Américas.

Sinopse: O complexo, misterioso e divertido mundo dos contos de fada e das lendas está em A arte de narrar. O escritor Deonísio da Silva desconstrói estruturas narrativas para mostrar aos alunos como foram construídas: quais seus personagens solares, temas, problemas, mensagens etc. Segundo ele, esses são os primeiros passos para se escrever romances. Em seu habitual estilo bem-humorado, ele ensina: “A avó da menina foi abandonada num asilo florestal. (Des)orientando a filha, a mãe avisa, antes de pedir-lhe que vá fazer uma visita à mãe dela: “Cuidado com o lobo!”. Lá chegando, a pirralha encontra o feroz animal vestido com a camisola da vovó. Ela o confunde com a vovó. Afinal, a pimpolha “sofre das vistas” ou a mãe de sua mãe é muito feia e pode ser confundida desse modo? Mas – tcham, tcham, tcham! - vem sempre um homem para salvar a mulher, de preferência devastando a floresta e matando os animais. E este é o lenhador! Ou o caçador, dependendo da versão”. Mas, esclarece: “Não é assim que a história vem sendo lida para e pelas crianças há vários séculos. A leitura é outra! E por quê?”.

A Oficina vai durar duas horas e os textos utilizados pelos alunos serão fornecidos em forma eletrônica ou impressa.

Mouzar Benedito

Palestra: “O Saci como ícone de identidade nacional na literatura”


Dia 14/11/2011


Mineiro de Nova Resende. Jornalista e geógrafo, foi engraxate, aprendiz de barbeiro e de seleiro, caixeiro, calculista, técnico em contabilidade, pesquisador de cultura popular, professor, tradutor de teatro e de livros etc.

Trabalhou ou colaborou em cerca de trinta jornais e trinta revistas. Participou da fundação dos jornais Versus e Em tempo e colaborou em várias outras publicações alternativas. Tem 22 livros publicados e participou de três coletâneas. No início da década de 1980, produziu a versão brasileira (em parceira com Henfil) da revista Mafalda, de Quino, pela Global Editora.

Sinopse: Estamos numa fase em que o brasileiro vem perdendo progressivamente o que Nelson Rodrigues chamava de “complexo de vira-lata”. E o que propomos é isso: uma afirmação da literatura brasileira, que inclui a abordagem de temáticas brasileiras, o uso de um vocabulário brasileiro e até a “antirreforma” ortográfica.

Mas o que tem o Saci com isso?

Em 1917, Monteiro Lobato passeava pelo Jardim da Luz, ponto de encontro da burguesia paulistana, e viu estátuas de nibelungos, fadas, gnomos... E concluiu: parece que estamos perto do Polo Norte! Perguntou: cadê o Saci? Cadê a Iara? Cadê o Curupira?

Foi para a redação do Estadinho (vespertino do Estadão) e pediu que os leitores escrevessem contando se nos locais onde moravam tinha Saci e o que ele fazia. Recebeu tantas cartas que publicou um livrão chamado Inquérito sobre o Sacy. E o Saci representa bem o brasileiro: é pobre (nem roupa tem), negro e perneta... e vive alegre, é brincalhão.

Além disso, ele era índio na origem, virou negro e ganhou o gorrinho mágico dos europeus. É mesmo a síntese do brasileiro. É ícone do nosso imaginário. E o que seria da literatura sem o imaginário?

José Eduardo Mendes Camargo

Palestra: “O projeto Usina de Sonhos”


Dia 14/11/2011


Natural de Dois Córregos, Estado de São Paulo, é autor de quatro livros de poesia e administrador de empresas. Empresário do setor agroindustrial, é diretor do Departamento de Integração Regional do CIESP e membro do Conselho Superior do Agronegócio da FIESP.

Preside o Instituto Usina de Sonhos - instituição de atividades sócio-culturais que utiliza a poesia como agente de transformação do comportamento humano (reconhecido pela UNESCO e MinC). Realiza anualmente o Festival Internacional de Poesia em Dois Córregos, que neste ano teve a sua 5ª edição.

Sinopse: O Instituto Usina de Sonhos foi criado em 1996 na minha cidade natal, Dois Córregos-SP, com a finalidade de disseminar a poesia entre os estudantes locais das escolas publicas e particulares. Devido ao sucesso que obtivemos, conseguimos o reconhecimento e apoio da UNESCO, e elogios oficiais do Ministério da Educação e Cultura e da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo.

O projeto foi realizado por seis meses seguidos através de oficinas de poesias com industriários, trabalhadores rurais, detentas da cadeia pública, religiosos, comerciários, estudantes e alunos da APAE.

Nesta palestra exibiremos um documentário de 71 min., produzido pela Bossa Nova Films, que fala sobre a vida de poetas de Dois Córregos, e que será inscrito em festivais nacionais e internacionais.

Jorge da Cunha Lima

Palestra: “Cultura na era digital”


14/11/2011

Advogado, administrador de empresas e jornalista. Como poeta e romancista, tem as seguintes obras publicadas: Ensaio Geral (Ed. Martins), Mão de Obra (Ed. Brasiliense), Véspera de Aquárius (Ed. Paz e Terra) e O Jovem K (Ed. Siciliano). Desempenhou também atividades editoriais para casas como a Editora Senac e Imprensa Oficial do Estado.

Foi diretor do jornal Última Hora e da revista Senhor-Vogue. Na área cultural pública presidiu a Fundação Cásper Líbero, o Centro Franco-Brasileiro de Documentação Técnica e Científica e o Conselho Curador da Fundação Padre Anchieta (atualmente é vice-presidente).

Como secretário da Cultura do governo Franco Montoro, foi um dos principais responsáveis pela realização do Congresso Brasileiro de Escritores de 1985, tendo dado todo o apoio ao seu alcance.

Blog: blogjorgegedacunhalima4.blig.ig.com.br


A. P. Quartim de Morais

Palestra: “Singularidades do mercado editorial”

Dia 14/11/2011

Jornalista, articulista e editorialista de O Estado de S. Paulo. Elaborou em 1995 o projeto de implantação da Editora Senac São Paulo. Atualmente é também editor-associado da Global Editora, onde coordena a linha de títulos de ficção e não-ficção para comercialização no varejo.

Sinopse : Sob a permanente pressão das transformações impostas pelas novas tecnologias no campo das comunicações e pelo fundamentalismo de mercado decorrente da globalização, a indústria do livro no Brasil enfrenta uma crise de identidade que ameaça colocar em sério perigo o futuro da literatura brasileira.

Como reflexo retardado de um fenômeno que se manifesta pelo menos desde os anos 70 no Primeiro Mundo, o big business editorial brasileiro tem intensificado, a partir da virada do século, a tendência a ser gerido como um negócio qualquer, desconsiderando a responsabilidade social que implica o fato de trabalhar com um produto especial, o livro.

O resultado disso é que as grandes corporações editoriais brasileiras que atuam no segmento trade, que trabalha com conteúdos de interesse geral destinados à venda basicamente nas livrarias, hoje estão muito mais preocupadas com o desempenho comercial do que com o conteúdo dos títulos que lançam.

Enquanto um grande número de escritores iniciantes, e até mesmo daqueles com obras já publicadas, encontram enormes dificuldades para publicar seus livros, as grandes editoras investem centenas de milhares de dólares no pagamento de advances para autores estrangeiros que despontam com sucesso nas listas de mais vendidos no Exterior.

A missão de divulgar a literatura brasileira, principalmente o indispensável trabalho de novos autores, acaba ficando quase que completamente sob a responsabilidade de pequenas e médias editoras ou das casas publicadoras sem fins lucrativos.

Dirce Lorimier e Paulo de Assunção

Palestra: “Projeto Memória da UBE”


Dia 14/11/2011

Dirce Lorimier é crítica literária e ensaísta. Doutora em História Social pela USP. Membro da diretoria da UBE e da Associação Paulista de Críticos de Artes - APCA. É co-autora dos livros: Meu Nome é Zé, Antologia de Contos da UBE, Inquisição Portuguesa - Tempo, Razão e Circunstância (Prefácio, Lisboa, 2007).

Também é organizadora e co-autora do livro Religiões e Religiosidades - Leituras e abordagens (Arké 2008), dentre outras publicações didáticas. Autora de A Inquisição na América (Arké, 2004).

Ruth Guimarães

Oficina: “Composição de crônica”

Dia 13/11/2011

Romancista, cronista, contista e tradutora.Traduziu grande parte da obra de Dostoieviski, do francês, para a Editora Cultrix. Traduziu, diretamente do latim, também para a Editora Cultrix, “O asno de ouro”, de Apuleio. Como folclorista escreveu livros como “Filhos do Medo”, sob orientação de Mário de Andrade, e “A saga de Pedro Malazarte”. Seu romance de estreia, “Água Funda”, foi lançado em 1946, em São Paulo, no mesmo evento em que foi lançado “Sagarana”, do seu amigo Guimarães Rosa - uma nova edição está em processo de arte-finalização pela Editora 34.

Foi cronista do jornal “Folha de S.Paulo” na década de 60, dividindo espaço, em dias alternados, com Carlos Heitor Cony, Padre Vasconcelos e Cecília Meirelles. Mantém coluna semanal de crônicas no jornal O Vale, de São José dos Campos.

Ocupa a cadeira número 22 da Academia Paulista de Letras desde 2008.

Levi Bucalem Ferrari

Palestra: “O Escritor e a Política”


Dia 14/11/2011


Levi Bucalem Ferrari é professor de ciências políticas, poeta e ficcionista. Participou da resistência à ditadura militar e foi preso político. É membro da Accademia Siculo-Normanna di Cultura di Palermo e Monreale. Coordenou a implantação do Estado de Rondônia e o Programa Estadual de Desburocratização – SP.
Recebeu em 1998 o prêmio Melhores do Ano da Associação Paulista de Críticos de Arte, APCA, com o livro O seqüestro do senhor empresário. Apresenta o programa Outras Palavras de divulgação literária na Rádio Cultura Brasil.
Presidiu a UBE por três gestões.

Sueli Carlos e Armando Taminato

Palestra: “O Mutirão Cultural da UBE e a importância da palavra falada na comunicação”


Dia 14/11/2011

Sueli Carlos é fonoaudióloga com especialidade em Motricidade Orofacial. Poetisa, pintora, diretora da UBE e coordenadora do Mutirão Cultural da União Brasileira de Escritores. Participação nas coletâneas Poetas da Mário de Andrade, III e Poetas de todos os Cantos.

Armando Taminato é advogado e também coordenador do Mutirão Cultural da UBE.

Antonio Penteado de Mendonça

Palestra: “O papel das Academias de Letras”

Dia 14/11/2011

Antonio Penteado de Mendonça é advogado e professor. Atual presidente da Academia Paulista de Letras. Colunista dos jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo, Jornal da Tarde e Tribuna do Direito.

Apresentador de programas na Rádio Eldorado AM. Tem mais de 2.000 artigos técnicos publicados no Brasil e no exterior. É autor de “Crônica da Cidade”, “Crônicas de Amor e Outras Histórias”, “Um Passeio pela História do Brasil e de São Paulo”, em conjunto com Luiz Gonzaga Bertelli, e “A Cidade em Movimento”.

Estão programadas também duas conferências, na tarde de 14 de novembro:

“Multiculturalidades: a contribuição de várias culturas para a formação da língua portuguesa”

Participantes: Antonio Cabrita, escritor moçambicano, e Maurício Melo Júnior.


FONTE: UNIÃO BRASILEIRA DE ESCRITORES - UBE
http://ube.org.br/noticias-detalhe.asp?ID=349
boletim@ube.org.br









CONHEÇA O VENCEDOR DO PRÊMIO JUCA PATO 2010

FOTO: DIVULGAÇÃO
Aziz Ab’Saber receberá o Trofeu Juca Pato 2010



" O grande mestre das Ciências da Terra enriquece a galeria dos laureados
de um dos mais tradicionais prêmios brasileiros "


30.06.2011


" A União Brasileira de Escritores (UBE) encerrou no dia 30 de junho as inscrições do Prêmio Intelectual do Ano com a indicação do professor Aziz Ab’Saber para receber o Troféu Juca Pato 2010. Quarenta e um (41) associados da UBE, entre eles, Cláudio Willer, Fábio Lucas, Frei Betto, Levi Bucalem Ferrari, Marisa Lajolo e Antonio Candido – vencedor do prêmio de 2007, foram os proponentes de sua candidatura, que acabou sendo única. "Convidamos as dez seccionais e os nove núcleos da UBE a indicar candidatos. Mas o nome de Aziz Ab'Saber é tão digno dessa homenagem que todos decidiram apoiar a indicação da UBE nacional, que é a de São Paulo. Um sinal do acerto da nossa escolha”, comemorou o jornalista e escritor Joaquim Maria Botelho, presidente da entidade. O Troféu Juca Pato Premio Intelectual do Ano 2010 será entregue na solenidade de encerramento do Congresso Brasileiro de Escritores que a UBE vai realizar, de 12 a 15 de novembro, em Ribeirão Preto.

O laureado

Em 2012 o Juca Pato comemora 50 anos. O prêmio- que tem o apoio da TV Cultura - foi criado em 1962 por iniciativa do escritor Marcos Rey (1925/1999) como homenagem a intelectual ou personalidade pública que, no ano anterior, tenha publicado livro de repercussão nacional e contribuído para o desenvolvimento e o prestígio do pais.

No ano passado foi publicado o livro "A obra de Aziz Nacib Ab’Saber", organizada por May Christine Modenesi-Gauttiere, Andréa Bartorelli, Virginio Mantesso-Neto, Celso Dal Ré Carneiro, Matias B. De Andrade Lima Lisboa, pela editora Beca-BALL Edições, com vários dos seus mais importantes escritos na área ambiental e política. Aziz Ab’Saber publicou também “Leituras indispensáveis 2”, pela Ateliê Editorial, coletânea de 15 textos que esboçam um panorama multifacetado do planeta e debatem várias questões importantes e atuais, do aquecimento global à cultura indígena.

Filho de pai libanês e mãe brasileira, Aziz Nacib Ab’Saber é paulista de São Luiz do Paraitinga, no Vale do Paraíba, onde nasceu em 24 de outubro de 1924. Geógrafo, é professor emérito da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, foi presidente do SBPC. Concebeu teorias e projetos inovadores relativos à geografia brasileira, contribuindo para a compreensão e preservação do nosso meio ambiente. Ganhou, em 1998, o Prêmio Santista, o Prêmio Almirante Álvaro Alberto, oferecido pelo CNPq e o Prêmio Internacional de Ecologia. Em 2001, recebeu o Prêmio Unesco para Ciência e Meio Ambiente.

Aziz Ab'Sáber receberá o Troféu Juca Pato das mãos de Lygia Fagundes Telles, ganhadora do Prêmio Intelectual do Ano de 2008."



FONTE: UNIÃO BRASILEIRA DE ESCRITORES
http://ube.org.br/noticias-detalhe.asp?ID=341
boletim@ube.org.br

FORTALEZA: UMA CIDADE SEM MEMÓRIA

" Patrimônio ameaçado: demolição da casa de Frei Tito "


FREI TITO ALENCAR


" O mais imperativo no momento é fazer o tombamento da casa de Frei Tito de Alencar "


" Fortaleza encontra-se na iminência de perder um dos referenciais importantes da história nacional contemporânea: a casa em que morou Frei Tito de Alencar Lima. Seu valor não é arquitetônico, mas simbólico, pois abrigou um dos mártires da luta pela reconquista da democracia brasileira,demolida pelo golpe de Estado de 1964.

A edificação, na rua Rodrigues Junior, 364, está prestes a ser vendida para uso comercial. A mídia já havia chamado a atenção das autoridades responsáveis pelo patrimônio histórico para o risco de mais um “apagão” lamentável na memória de Fortaleza. O que seria inadmissível tendo em vista as advertências realizadas e a conscientização crescente da comunidade cearense em relação à preservação do seu patrimônio histórico e cultural.

Neste caso, a amplitude da perda não seria apenas local: Frei Tito é uma figura nacional – e até internacional (já que sua história faz parte dos anais que registram a luta dos que se imolaram pelo bem da causa comum da humanidade: os direitos humanos, as liberdades democráticas, a justiça social).

Infelizmente, Fortaleza é conhecida como uma cidade de memória violentada, ao longo de uma história marcada pela indiferença de seus políticos e de suas próprias elites em relação àquilo que simboliza a sua identidade, isto é, aquilo que engrandece e fortalece suas raízes.

Essa cultura de indiferença, descuido, omissão ou ação destrutiva deliberada dos nossos referenciais identitários é algo para o qual as consciências mais lúcidas tentaram sempre chamar a atenção, mas nunca foram levadas a sério. Será pelo fato de termos sido marcados por uma economia de caráter mercantilista?

Não devemos ficar de braços cruzados e permitir esta nova agressão. Não podemos permitir que a casa em que ele viveu seja posta abaixo, como já se fez, criminosamente, com as residências de Alberto Nepomuceno, Rodolfo Teófilo e tantas outras edificações de igual importância.

O mais imperativo no momento é fazer o tombamento da casa de Frei Tito para, posteriormente, dar-lhe um direcionamento que favoreça a coletividade, honrando o sacrifício desse heroico filho do Ceará."



FONTE: JORNAL O POVO Online/OPOVO/Opinião

http://www.opovo.com.br/app/opovo/opiniao/2011/07/27/noticiaopiniaojornal,2272054/b-patrimonio-ameacado-demolicao-da-casa-de-frei-tito-b.shtml



****************************************************************


O GRUPO CHOCALHO vai deflagar uma campanha
pelo tombamento JÁ da casa do Frei TITO, que poderá se
tornar um Centro Histórico e de referência dos que lutaram
contra a ditadura militar.

TAMBÉM o GRUPO CHOCALHO vai lutar para a REFORMA JÁ do PALÁCIO DA LUZ ( Sede da Academia
Cearense de Letras ) e revitalização da praça dos Leões e
seu entorno.
É uma vergonha para a nossa Fortaleza Bela  um espaço em
situação degradante, uma praça transformada pelos moradores de rua em sanitário a céu aberto, exalando uma fedentina
insuportável, sem falar na falta de segurança.
Já perdemos o Castelo dos Plácidos ( Av. Santos Dumont ),
a casa de Rodolfo Teófilo ( Av. da Universidade ), que chegou a
ser tombada pelo Governador Gonzaga Mota, depois de uma ampla mobilização de intelectuais, coordenados pelo Grupo Chocalho e APROESC ( Associação Profissional dos Escritores
do Ceará, na época presidida pelo Escritor Roberto Pontes, da
qual também foi Diretor ); mesmo assim a casa foi derrubada.
Casarões seculares do Jacarecanga ( antigo bairro nobre de Fortaleza ), estão precisando de cuidados e muitos já foram
destruídos.
Outros prédios históricos estão a reclamar a atenção e cuidados do Poder Público.

VAMOS PRESERVAR A MEMÓRIA DE NOSSA CIDADE !

UM POVO SEM PASSADO É UM POVO SEM FUTURO !

" MÉRITO CHOCALHEIRO "

LETRAS
FOTO:  CARLOS CAVALCANTE
A ESCRITORA E ACADÊMICA  BEATRIZ ALCÂNTARA
E O PROFESSOR E JORNALISTA 
FRANCISCO SOUTO PAULINO
DOIS AGRACIADOS COM A COMENDA
" MÉRITO CHOCALHEIRO "

 

" Não poderia haver data mais propícia para a entrega do troféu "Mérito Chocalheiro", do Grupo Chocalho que o Dia do Escritor, comemorado no dia 25 de julho. E na Academia Cearense de Letras uma vasta programação aconteceu, acionada pelo grupo, ali também marcando o início das comemorações de seus 27 anos. São poetas, escritores, jornalistas, artistas plásticos estudantes e intelectuais unidos e seguindo as lutas do coordenador Auriberto Cavalcante, uma figura humana e idealista identificada pelo entusiasmo, o incentivo ao cultural e à defesa do Patrimônio Histórico.

Este ano foram agraciados com o troféu Beatriz Alcântara, Fernando César Mesquita, Francisco Mota Filho, Francisco Souto Paulino, Ubiratan Aguiar. Mais a Fundação Beto Studart, o Ideal Clube, Petrus Cariry e o Sindicato Apeoc. O programa prosseguiu com o encerramento do Festival Intercolegial de Poesia Estudantil e o lançamento da 1ª Antologia de Poesia Estudantil, revelando novos e bons talentos."



 COLUNA DA LÊDA MARIA
               
FONTE:  DIÁRIO DO NORDESTE
http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1016918&coluna=1

terça-feira, 26 de julho de 2011

NO DIA ESCRITOR O GRUPO CHOCALHO MOSTRA OS ESCRITORES DO FUTURO

FOTO: CARLOS CAVALCANTE
REPÓRTER FOTOGRÁFICO CHOCALHEIRO


AURIBERTO CAVALCANTE FALA NA ABERTURA DO EVENTO
NA MESA DA ESQUERDA PARA A DIREITA:
PROF. TALES DE SÁ CAVALCANTE ( DIRETOR DA ORGANIZAÇÃO
EDUCACIONAL FARIAS BRITO ); ESCRITOR GENUÍNO SALES,
DA CADEMIA CEARENSE DE LETRAS; ESCRITOR AURIBERTO CAVALCANTE,
COORDENADOR DO GRUPO CHOCALHO;
ESCRITORA BEATRIZ ALCÂNTARA DA ACADEMIA CEARENSE DE LETRAS,
QUE RECEBEU A COMENDA
" MÉRITO CHOCALHEIRO ";
HAROLDO FELINTO ( PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO
CEARENSE DE ESCRITORES - ACE ) E
REJANE COSTA BARROS
DA UNIÃO BRASILEIRA DOS TROVADORES - UBT.

 
*******************************
 
VEJA NO BLOG DO GRUPO CHOCALHO
TODAS AS IMAGENS DA SOLENIDADE
DO DIA DO ESCRITOR,  DO LANÇAMENTO
DO LIVRO " ANTOLOGIA DE POESIA ESTUDANTIL "
E OS VENCEDORES DO
 I FESTIVAL INTERCOLEGIAL DE POESIA ESTUDANTIL.
 
COM FOTOS DO CHOCALHEIRO E REPÓRTER FOTOGRÁFICO
CARLOS CAVALCANTE
 
BLOG DO GRUPO CHOCALHO
http://www.grupochocalho.blogspot.com/

PROFESSORES DO ESTADO PODERÃO ENTRAR EM GREVE

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

POESIAS VENCEDORAS DO I FESTIVAL INTERCOLEGIAL DE POESIA ESTUDANTIL



POESIAS VENCEDORAS



FUNDAMENTAL I


1º LUGAR




O LIVRO



Um livro pode ter histórias
Poesias e até memórias
De um artista amador
Um repentista escritor



Alguns tem frases lindas
Inspiradoras de admirar
Que nos ajudam a seguir na vida
Unir forças e continuar



Outros nos dão medo
Pois guardam um segredo de arrepiar
Tem gente que tem medo
Mas os outros só querem se desafiar



Tem gente que gosta de poesia
Literatura de Cordel
Eu gosto de tudo quanto é livro
E às vezes escrevo histórias em um papel



Mas tem livros diferentes
Que falam do próprio autor
Às vezes ele mesmo escreve
Outros é outro escritor



Mas livro não é só pra isso
Você pode fazer um só para olhar
Falar vários segredos
Que só você pode olhar



Tem gente que não gosta de livro
Fala que livro não presta
Fala uma desculpa esfarrapada
Como a de quem polui a floresta



Claro que não se deve poluir a floresta
Isso é de preocupar
Então recicla o papel
E passa a reflorestar.




LORENA ROCHA BRAGA
5ª SÉRIE - FARIAS BRITO - CENTRAL





FUNDAMENTAL II






1º LUGAR



" A CANETA DO CONGRESSO "


Já não escreve mais
A caneta do Congresso
E agora não posso
Escrever nem mesmo um verso


A caneta não escreve
A polícia não atira
Os médicos não ajudam
E os políticos lhe contam uma mentira


Uma mentira de ninar
Uma mentira para acreditar
E o pior
Uma mentira que faz votar


Não vou dormir após o canto
Não vou crer após os juramentos
Votar após promessas ?
Outubro é mês dos nojentos


Nesse Brasil
Há política de lixo
Homem briga na Câmara
Como se fosse bicho


Nessa política
Não vou votar jamais
Já que a caneta do Congresso
Não escreve mais.



SILAS ARAÚJO FAÇANHA
7º ANO - FUNDAMENTAL II
COLÉGIO FARIAS BRITO





           ENSINO MÉDIO




1º LUGAR


AQUELES OLHOS


Ah ! Aqueles olhos,
Aqueles pequenos
E tão belos olhos castanhos,
Que de frágeis e indefesos
Nada têm, são como a lua,
Incertos e independentes
Encantadores de corações
Deixando-os como as marés,
Que em vão tentam
Tocar-lhe a face linda.


Ah ! Aqueles olhos,
Aqueles olhos incautos,
Mensageiros de uma mulher
Igualmente sensual,
Me tornaram seu eterno vassalo.


Servidão essa com a qual
Sinto-me completo.
Que me remete ao passado,
Glorifica o presente
E me atormenta o futuro,
Com a incerteza de que
Talvez não possa ver de novo
Aqueles olhos,
Aqueles pequenos
E tão belos olhos castanhos.


FÉNIX BEZERRA DE SOUZA
3º ANO DO ENSINO MÉDIO
COLÉGIO ESSENCIAL