SOU DO CEARÁ


"Eu sou de uma terra que o povo padece
Mas não esmorece e procura vencer.
Da terra querida, que a linda cabocla
De riso na boca zomba no sofrer
Não nego meu sangue, não nego meu nome
Olho para a fome , pergunto o que há ?
Eu sou brasileiro, filho do Nordeste,
Sou cabra da Peste, sou do Ceará."

Patativa do Assaré

domingo, 18 de março de 2012

POESIA CEARENSE: PATATIVA DO ASSARÉ

                              POETA PATATIVA DO ASSARÉ



EU QUERO



Quero um chefe brasileiro

Fiel, firme e justiceiro
Capaz de nos proteger
Que do campo até a rua
O povo todo possua
O direito de viver

Quero paz e liberdade

Sossego e fraternidade
Na nossa Pátria natal
Desde a cidade ao deserto
Quero o operário liberto
Da exploração patronal

Quero ver do Sul ao Norte

O nosso caboclo forte
Trocar a casa de palha
Por confortável guarida
Quero a terra dividida
Para quem nela trabalha

Eu quero o agregado isento

Do terrível sofrimento
Do maldito cativeiro
Quero ver o meu país
Rico, ditoso e feliz
Livre do julgo estrangeiro

A bem do nosso progresso

Quero o apoio do Congresso
Sobre uma Reforma Agrária
Que venha por sua vez
Libertar o camponês
Da situação precária

FINALMENTE, meus Senhores

Quero ouvir entre os primores
Debaixo do céu de anil
As mais sonoras notas
Dos cantos dos patriotas
Cantando a paz do Brasil.


PATATIVA DO ASSARÉ



---------------------------------------------




"Eu sou de uma terra que o povo padece
Mas não esmorece e procura vencer.
Da terra querida, que a linda cabocla
De riso na boca zomba no sofrer
Não nego meu sangue, não nego meu nome
Olho para a fome , pergunto o que há ?
Eu sou brasileiro, filho do Nordeste,
Sou cabra da Peste, sou do Ceará."


Patativa do Assaré


 

PATATIVA DO ASSARÉ :  ANTONIO GONÇALVES DA SILVA
nasceu do dia 05 de março de 1909 em Serra de Santana, Assaré-CE. Morreu no dia 08 de julho
de 2002. É um dos Maiores Poetas Populares do Brasil.

Um comentário:

  1. Estão abertas as inscrições para o 25º Concurso Nacional de Poesias Augusto dos Anjos.

    ​Inscreva-se no 25º Concurso Nacional de Poesias Augusto dos Anjos:
    ​https://goo.gl/forms/4VEVrfCf0bhhtFPl2

    ResponderExcluir