SOU DO CEARÁ


"Eu sou de uma terra que o povo padece
Mas não esmorece e procura vencer.
Da terra querida, que a linda cabocla
De riso na boca zomba no sofrer
Não nego meu sangue, não nego meu nome
Olho para a fome , pergunto o que há ?
Eu sou brasileiro, filho do Nordeste,
Sou cabra da Peste, sou do Ceará."


Patativa do Assaré

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

PARABÉNS, PROFESSOR !!!








PARABÉNS, PROFESSOR !!!

Oração do Professor (I)

Obrigado, Senhor, por atribuir-me a missão de ensinar
e por fazer de mim um professor no mundo da educação.


Eu te agradeço pelo compromisso de formar tantas pessoas e te ofereço todos os meus dons.


São grandes os desafios de cada dia, mas é gratificante ver os objetivos alcançados, na graça de servir, colaborar e ampliar os horizontes do conhecimento.


Quero celebrar as minhas conquistas exaltando também
o sofrimento que me fez crescer e evoluir.


Quero renovar cada dia a coragem de sempre recomeçar.


Senhor!
Inspira-me na minha vocação de mestre e comunicador para melhor poder servir.


Abençoa todos os que se empenham neste trabalho iluminando-lhes o caminho .


Obrigado, meu Deus,
pelo dom da vida e por fazer de mim um educador hoje e sempre.

Amém!

----------------------------------------------------------------------------------



Oração do Professor (II)

Dai-me, Senhor, o dom de ensinar,
Dai-me esta graça que vem do amor.


Mas, antes do ensinar, Senhor,
Dai-me o dom de aprender.


Aprender a ensinar
Aprender o amor de ensinar.


Que o meu ensinar seja simples,
humano e alegre, como o amor.
De aprender sempre.


Que eu persevere mais no aprender do que no ensinar.
Que minha sabedoria ilumine e não apenas brilhe
Que o meu saber não domine ninguém, mas leve à verdade.


Que meus conhecimentos não produzam orgulho,
Mas cresçam e se abasteçam da humildade.


Que minhas palavras não firam e nem sejam dissimuladas,
Mas animem as faces de quem procura a luz.


Que a minha voz nunca assuste,
Mas seja a pregação da esperança.


Que eu aprenda que quem não me entende
Precisa ainda mais de mim,
E que nunca lhe destine a presunção de ser melhor.


Dai-me, Senhor, também a sabedoria do desaprender,
Para que eu possa trazer o novo, a esperança,
E não ser um perpetuador das desilusões.


Dai-me, Senhor, a sabedoria do aprender
Deixai-me ensinar para distribuir a sabedoria do amor.

Voltar para a página especial do Dia dos Professores do Portal da Família


Autor: Antonio Pedro Schlindwein

Nenhum comentário:

Postar um comentário