SOU DO CEARÁ


"Eu sou de uma terra que o povo padece
Mas não esmorece e procura vencer.
Da terra querida, que a linda cabocla
De riso na boca zomba no sofrer
Não nego meu sangue, não nego meu nome
Olho para a fome , pergunto o que há ?
Eu sou brasileiro, filho do Nordeste,
Sou cabra da Peste, sou do Ceará."

Patativa do Assaré

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

NOTA DE PESAR PELA MORTE DE IVONETE MAIA





 

          NOTA DE PESAR





Só quem conheceu de perto Ivonete Maia, sabe da paixão com que lutava por suas idéias, convicções e pelo Jornalismo.
Participamos da Diretoria da ACI ao seu lado, convivi com a força de Ivonete Maia e posso afirmar que perdemos uma pessoa apaixonada pela vida, pelos amigos e pela Imprensa.

O Jornalismo está de luto !


AURIBERTO CAVALCANTE
EX-DIRETOR DA ACI


 

Um comentário:

  1. Conheci a Ivonete Maia na Tribuna do Ceará. Ela chegou na redação e perguntou: "quem é esse Newton Silva?" Ela tinha gostado de uma charge minha publicada naquele dia e como estava na Assembleia, que ficava em frente ao jornal, passou lá só pra me conhecer. Ela então olhou pra mim e disse: "Gosto do teu trabalho". Desde então não nos encontramos mais.

    ResponderExcluir